A Pacaembu Construtora é especialista na construção de empreendimentos residenciais de interesse social.

A Pacaembu Construtora é especialista na construção de empreendimentos residenciais de interesse social.

Pacaembu adota medidas para reciclagem e reaproveitamento dos resíduos da construção do Vida Nova Votuporanga 2


Materiais como sobras de bloco e concreto viram matéria-prima na produção de argamassa, contrapiso e tijolos ecológicos

 

Visando práticas ambientais sustentáveis, benéficas ao meio ambiente, a Pacaembu Construtora adota, em todas as suas obras, várias ações de gerenciamento de resíduos sólidos e de recicláveis a fim de destiná-los corretamente durante a construção dos seus empreendimentos.

No Residencial Vida Nova Votuporanga 2, por exemplo, durante a construção das 783 moradias foram coletados e armazenados, em média, 120 m3 de resíduos por mês formados por sobras de blocos cerâmico e de concreto. O material foi transportado, semanalmente, para a Usina de Reciclagem da Mejan Ambiental – uma das poucas no Estado de São Paulo que processa e recicla esses materiais seguindo as normas estabelecidas pela ANVISA (Agência Nacional da Vigilância Sanitária) e pelo CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente). Após a triagem, o entulho é triturado na Mejan Ambiental por um equipamento que faz a separação, gerando agregados como areia, pedras e pedriscos.

Segundo o diretor de Obras da Pacaembu Construtora, José Stucki Júnior, a empresa desenvolveu um método construtivo para evitar desperdícios e atender a legislação ambiental vigente. “Desde o início da obra, nossos colaboradores são treinados e orientados para separar de forma correta os materiais que sobram. Para isso, investimos em educação ambiental afim de garantir a sustentabilidade em nossas obras”, explica.

Além de cumprir a legislação, a reciclagem do entulho reduz os impactos ambientais gerados pelos materiais descartados e traz vários benefícios, uma vez que boa parte do entulho vira matéria-prima para ser reaproveitada em outras construções civis na produção de argamassa, contrapiso e tijolos ecológicos.

Já os materiais como papelão, plástico e metal, também gerados durante o processo de construção, foram coletados, armazenados e doados para cooperativas de catadores. Em Votuporanga, seguindo orientação da Saev Ambiental, os materiais recicláveis foram para a cooperativa Copervinte.

Coleta interna de resíduos

Em todo o canteiro de obras do Residencial Vida Nova Votuporanga, há lixeiras para a coleta seletiva do lixo. Elas estão instaladas em pontos estratégicos do alojamento, do refeitório, da área administrativa e também nas ruas do empreendimento. Os colaboradores da Pacaembu, assim como os prestadores de serviço, recebem treinamento para classificação dos resíduos e sua correta destinação.

“Estimulamos o hábito de separar o lixo que geramos, assim como os resíduos das obras, no momento em que são gerados. Estamos formando uma nova geração de trabalhadores da construção civil, mais conscientes” explica a Engenheira Florestal Natália Santo Olaia Bressan.

Sobre o Grupo Pacaembu

 

Com mais de 20 anos de história, o Grupo Pacaembu está presente em mais de 45 cidades em todo o Estado de São Paulo, construindo casas de baixo custo e alta qualidade, contemplados no Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. Hoje conta com mais 130 empreendimentos de sucesso e mais de 50.000 unidades comercializadas.

 

Assessoria de Imprensa – Ribeirão Preto
Núcleo da Notícia Comunicação Corporativa

Responsável: André Luiz Rezende
Telefones: (16) 3237-7367 ou (16) 3237-7368

Assessoria de Imprensa
São José do Rio Preto - Lacerdapress

Responsável: Wiliam Batista
Telefone: (17) 3222-1168
E-mail: wiliam@lacerdapress.com.br